*Você vê coisas e diz: Por quê? Mas eu, sonho coisas que nunca existiram e digo: Por que não?*

George Bernard Shaw

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Rascunho

 "Estou naufragando!", foi só o que consegui dizer.
Águas selvagens penetram em meus pulmões "Não quero ser salva...Não desta vez".
Soluços entre cortados, desespero no olhar, a cada segundo me entrego ao destino.
agora não vejo nada, o breu úmido me chicoteia...já é tarde; Hora de apagar!

4 comentários:

  1. Nossa....me deu falta de ar....

    Naufrágio...só mesmo pro Titanic....

    bjos!


    Zil

    ResponderExcluir
  2. Viva, sinta, não importa o que seja !

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Algumas sensações despertam em nós essa fuga, esse desejo se naufragar, apagar, ir embora. Eu também gosto de senti-las, me faz um bem!!!!
    Adorei o blogger e o poema.
    Abraços

    ResponderExcluir

pensar com liberdade...faz toda diferença!